segunda-feira, 9 de março de 2009

Difícil não ser eu...

Sexta estávamos no bar de Renatha, ainda comemorando o meu aniversário, quando um colega comentou com Marcelo: todo dia Lila diz que desteta alguma música!
Eu parei para analisar se eu realmente sou chata, ou se as músicas estão difíceis!
Tudo bem: sou chata pra caramba.
However, ultimamente está difícil ouvir música em rádio.
Aqui no marketing temos um rádio-relógio(contribuição de Michel), que nos salva do silêncio ensurdecedor!
Temos como opção de rádios a A Tarde, Globo, Educadora e Nova Brasil. A primeira foi excluída desde que começou a passar insistantemente uma propaganda de uma copiadora de Salvador, cujo locutor tem uma voz de "brown"(verbete baiano, def: baixo-astral, sem polidez), com um tom insuportável, que fala sobre o fato do Sr. Neto ter ficado revoltado. Quem é daqui, entende isso.
A Globo passa muita propaganda, e fica difícil. A Educadora é boa, mas de vez em quando vem com umas músicas muito cabeça, de Festival.
Sobra-nos a Nova Brasil, que só toca nacional. O problema é que toca sempre figurinha repetida:
- Um cara que só canta chorando(insuportável, versão pop do Netinho do pagode)
- Algumas cantoras comercialmente homosexuais, que têm a voz rouca e sempre cantam o amor, para vender mais
- Cantores de um sucesso só, que já encheram nossos ouvidos com aquele sucesso, que provavelmente esteve em alguma novela da Globo. Normalmente novelas de Manoel Carlos ou Glória Perez
- Cantores antigos, que estão sem saco de compor e resolvem fazer versões nacionais de músicas antigas(odeio música traduzida), ou cantar música que já foi brega e se transformou em cult só porque alguém da Tropicália resolveu gravar
- Cantores que prestavam e que simplemesmente deixaram de prestar(vide nova música de doceria de MarisaMonte)
O que sobra então para gostar?! Praticamente nada! Depois eu que sou chata...

3 comentários:

Lu disse...

hahahahahahahaahahahahahahaha! Aui em SP estamos passando por momento semelhante! Adorei o blog de vocês! Vou passar a acompanhar! Beijo paulistano

Marcelo L. M. Trevisan disse...

Você não é chata, ter bom gosto nunca foi ruim. Você é apenas uma mulher refinada.

lilaemarcelo disse...

Lu, realmente estamos perdidos musicalmente! Obrigada plea visita e pelos elogios!bjs.