quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Parece que acabou

Nem tenho muita certeza, algumas informações são superficiais, na real a definição final ainda não está disponível, mas parece muito que acabou.

Começou no fim de 2004, por culpa (na verdade mérito) de minha querida e persistente esposa, que sofreu horrores esses anos, fins de semana que pudemos realmente aproveitar foram poucos. Em contrapartida as noites de sono conturbado e atrapalhado pelas réguas, lápis, tintas, luz acesa até tarde, computador ligado e leitura de livros até alta madrugada essas foram muitas.
Lembro do dia da prova do Enem da caixa de BIS que Lila comprou, do resultado que Tiago Sena, amigo que na época trabalhava com Jorge(meu cunhado) me passou por telefone, de tentar fazer cara de triste mas não conseguir enganar Lila nem um segundo, fiquei realmente muito feliz por ter passado.

Acreditem, 50% do mérito dessa jornada é dela, Lila. Muito, muito obrigado mesmo por me obrigar a fazer a prova, por me empurrar da cama de manhã. Por me mandar deitar de madrugada, quando eu já dormia sobre os livros, ou o pobre notebook, sem o qual não sei como chegaria até aqui.

Claro que tive apoio de muitas outras pessoas, a família acaba cursando junto, minha mãe que me deu muitos lápis de presente, minha irmã e médica Dr. Claúdia, que apesar de veterinária desenha muito melhor que eu, ainda não devolvi seus livros nem os lápis que e emprestou, ela que também me deu ajuda financeira com alguns projetos mais caros, e um alicate fantástico para resolver um trabalho com arame. Meu pai, que fez o que pode para facilitar visitas técnicas das turmas no jornal. E que agora, no projeto final, me ajudou com informações que outra pessoa na Bahia não poderia me dar. Guino que me deu caronas nesse período final, quando estava com o braço quebrado. Ao povo da CDLJ, que sempre me ajudou esclarecendo minhas dúvidas, me ensinando via MSN (Patáro e Jorge)e Michel (da Mukeka) a resolver problemas com sites e programas de internet que ainda me mordem.

Cursar faculdade depois de já estar no mercado de trabalho traz alguns benefícios, mas requer esforço, dedicação e muita vontade, eu vi uma turma de mais de 50 alunos se reduzir até 12 ou 13, vi muitos alunos com condições e capacidade não terem dedicação suficiente para seguir e frente. Vi alunos apresentarem cópias de trabalhos como se fossem seus, pessoas com capacidade de produzir que não conseguem se organizar e dedicar parte de seu tempo para cumprir os prazos da faculdade, como se no mercado de trabalho e na vida não existam prazos.

No inicio do curso tive oportunidade de conhecer quatro colegas que vieram junto comigo até o final, e nos destacamos, sabemos disso por estarmos sempre presentes, participando e entregando os projetos com qualidade e nas datas, apesar de trabalharmos os quatro durante a maior parte do curso.
Em ordem alfabética: Deivisson Sampaio, Linsmar Casali, Marcio Cardoso e Samuel Martins, realmente nós fizemos faculdade juntos!
Cabe aqui uma referencia ao artista plástico Félix Sampaio que nos franqueou acesso a seu ateliê, nos forneceu espaço e tempo pessoal para alguns projetos mirabolantes que desenvolvemos.

Deivisson, Linsmar, Márcio, Samuel peço a vocês não parem com essa graduação, continuem! Isso é só a ponta do iceberg! Aqui na Bahia ainda não valorizam o profissional que trabalha com design, isso vai mudar, mas depende também de nossa postura profissional.
Saibam que estarei sempre por aqui para ajudar como puder. Foi uma experiência maravilhosa dividir com vocês esses quatro anos, sei que devo ter pisado em alguns calos, porém tenham certeza que sempre desejei a vocês mais que aos outros colegas: um futuro melhor. Trabalhar com design não é fácil, nem se enriquece rápido, dá para viver.

Aos amigos que tentaram nos ensinar a teoria dessa profissão, e que alguns chamam de professores: Carina Flexor( que não vai se livrar da gente assim tão cedo), Elias Bittencourt( o cara que mais entende de tipografia no mundo e que tem paixão por Mac e por motocicletas; essa última descobri tem pouco tempo), Marianne Hartmann (eu mal conhecia ergonomia antes dela, pensava que era coisa da indústria automotiva).
Sei que fiz alguns bons amigos entre os professores da instituição: Pedroso é fantástico, Ceres Pisani, foram fantásticas todas suas aulas, Cleomar Rocha, meu mestre supremo iluminado, PJ que já está construindo seu nome como professor exigente, não mude muito!
Esses foram alguns dos profissionais que tentaram colocar coisas novas na minha cabeça já meio dura.

A todos que me conheceram nessa jornada que foram meus colegas, desejo muita sorte.
Aos que ainda estão no processo, caprichem nos trabalhos e cumpram prazos. Agradeço muito aos profissionais de apoio da faculdade que sempre nos ajudaram sorrindo, que limparam farelos de isopor, meu muito obrigado.
byMLMT

7 comentários:

lilaemarcelo disse...

Amor, me emocionei com o texto, mas muito mais com sua dedicação. Este 04 anos foram dificéis sim, mas você foi um exemplo para colegas, alunos e professores. Mesmo com o tempo curto, conseguiu ser um graduando brilhante, exigente ao extremo consigo mesmo. Isso só mostra que seu perfeccionismo é nato, para tudo que faz. Tenho muito orgulho de você, por tudo, e agora pelo bacharel que se tornou. Isto é só mais um passo do seu caminho. Tenho certeza que ainda vai ser um professor da prórpia Universidade que lhe dará o diploma agora, e professor daqueles bem chatos, exigentes. Coitados de seus alunos! Só faltou agradecer a Marlupe, sua modelo por um dia para trabalho da Unifacs, e a Marla, por seu fechamento com chave de ouro na banca do TCC. Eu agradeço também a todos, pois as suas conquistas me fazem feliz e são minhas também. Redundante!

Samuel Martins Jr disse...

Comentar no seu blog é bom, mais formado é melhor ainda. hahaha. Foi e sempre será uma honra, para mim trabalhar e estudar contigo. Agradeço a você, muito por segurar minha barra, principalmente no TCC, quando pensei em desistir.
Sobre os outros agradecimentos, faço das suas palavras as minhas, com os merecidos meritos a Órion Design, professores, colegas, amigos e familiares.

Agora é continuar o caminho do saber e brilhar no mercado, assim como brilhamos na graduação.

Nós encontramos pelos caminhos do design e na nossa pós graduação.

Valew velhinho por esses 4 anos e que eles se multipliquem por mais alguns.

Linsmar Casali disse...

"Meu irmão mais velho"!!!
A sua experiência ajudou muito não só a mim e também aos outros irmãos que eu fiz nesses 4 anos.

É uma grande felicidade para mim ser uma das pontas da ÓRION DESIGN.

emmibi disse...

PARABÉEEENS
=D
Sabe vergonha alheia?
Tô com orgulho alheio.

=D

carina disse...

Trevi meu querido ex-aluno-orientando-amigo-apoio de muitos momentos. Gostaria de agradecer, não só pelas belas palavras, mas principalmente por esses 4 anos de convivência... acho que verdadeiramente nos encontramos no primeiro dia que nos vimos, lembro como se fosse hoje... e é por isso, que afirmo, com toda a certeza, que o laço criado e cultivado durante 4 anos não se perde´rá nunca. Continuamos juntos em novas lutas! Conte comigo pra sempre, amigo. Beijão da sua amiga Cari

carina disse...

Trevi meu querido ex-aluno-orientando-amigo-apoio de muitos momentos. Gostaria de agradecer, não só pelas belas palavras, mas principalmente por esses 4 anos de convivência... acho que verdadeiramente nos encontramos no primeiro dia que nos vimos, lembro como se fosse hoje... e é por isso, que afirmo, com toda a certeza, que o laço criado e cultivado durante 4 anos não se perde´rá nunca. Continuamos juntos em novas lutas! Conte comigo pra sempre, amigo. Beijão da sua amiga Cari

e. disse...

Querido, obrigado pelas belas palavras e o carinho que elas guardam. Poder dividir opiniões contigo e contar com a tua escuta atenta me fez um ser humano melhor. Nesse final (ou começo) caro amigo, quem agradece sou eu. Aprendi muito com a tua humildade, honestidade e persistência. Espero revê-lo em breve. Numa reunião de macmaníacos, um motoclub ou uma pizzaria dessas por ai... qualquer coisa para matar a saudade desse seu amigo que por aqui fica.

Grande abraço, paz e sucesso sempre!
e.